"Acreditando na magia que existe na educação! Buscando ser a mudança que quero ver no mundo"!
CONTATOS: sunamitamagalialbuquerque@hotmail.com /sunamitanativaoliveira@gmail.com

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

ELEIÇÕES EM GRAVATÁ: PORQUE JOAQUIM NETO NÃO PERDEU!


UMA ANÁLISE LÚCIDA E SENSATA!


Gravatá conta com uma população votante de 55.859 eleitores atualmente, dos quais 13.250 votaram em Joaquim Neto, somando-se aos 11.850 eleitores de outros municípios, que totalizaram 25.100 votos para o ex-prefeito de Gravatá.

Do total de votos válidos (45.067), 4.430 foram brancos e 5. 914 nulos, somando 10.344 eleitores a serem conquistados e outros, melhor orientados, porque fui testemunha, bem como os demais mesários, da dificuldade sentida pela população em escolher 06 candidatos, especialmente os idosos.

Se pensarmos de forma racional que o candidato Bruno Martiniano obteve na eleição de 2008 20.879 votos, dos quais conseguiu manter apenas 10.559, o prejuízo foi de 10.320 votos, dos quais, muitos migraram para o ex-prefeito Joaquim Neto e para outros candidatos, mostrando que não existe um pacto dos eleitores com Bruno Martiniano, e não por falta de lealdade dos eleitores, mas do próprio candidato para com eles.

Bruno Martiniano perdeu apoios e eleitores importantes, por não saber agregar, diferente do que acontece com Joaquim Neto, que muitas pessoas estão tendo a oportunidade de descobrir que não se trata do "bicho-papão" pintado pelo desafeto pessoal de alguns.

A oposição tenta agora pregar a separação do prefeito Ozano Brito e de seu mentor político Joaquim Neto, para que se crie uma possibilidade de eleger Bruno Martiniano prefeito.

Subestimar a capacidade e a inteligência alheia chega a ser um crime. Ozano Brito e Joaquim Neto, juntos, tem a possibilidade de obter uma das votações mais expressivas da história de Gravatá. Numa matemática bem simples:


* os já conquistados 13.250 votos de Joaquim Neto agora em 2010, os possíveis 10.000 votos do prefeito Ozano Brito e mais 10.000 indecisos esperando serem conquistados: uma média de pelo menos 33 000 votos!


Já o candidato Bruno Martiniano, que tem uma possibilidade imensa de perder algumas centenas destes 10 mil votos que conseguiu nesta eleição, ainda poderá enfrentar um outro oponente na corrida pela Prefeitura de Gravatá, que é seu irmão, o vereador Pedro Martiniano, que conta com o apoio e a simpatia de muitas pessoas, por ter um temperamento mais ameno, ter aprendido a ser político, sempre conversando com as pessoas, mesmo as que lhe fazem oposição, e por ter mais humildade para ouvir e aprender.

Algumas pessoas, ingênuas ou alienadas (sabe lá Deus!) tentam criar uma imagem de "salvador" para Bruno Martiniano, que não combina com ele. Dezenas de pessoas, nas quais me incluo, descobriram isso da pior maneira possível.

Uma outra questão: QUANTAS VEZES JOAQUIM NETO SE CANDIDATOU A DEPUTADO ESTADUAL? ESTA FOI A PRIMEIRA VEZ, DIFERENTE DE SEU OPOSITOR QUE, NA PRIMEIRA ELEIÇÃO PARA DEPUTADO ESTADUAL OBTEVE POUCO MAIS DE 2 MIL VOTOS.

Não é preciso ser um gênio, muito menos profeta para saber como será essa disputa, e quem mais uma vez irá perder em 2012, porque em 2010, quem perdeu fomos TODOS NÓS!



A VERDADE DÓI, MAS PRECISA SER DITA! REFLITAM, SEM RANCOR, POIS ISSO PROVOCA CÂNCER!!

NINGUÉM INVEJA OS FEIOS, NEM ODEIA OS FRACOS!
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails