"Acreditando na magia que existe na educação! Buscando ser a mudança que quero ver no mundo"!
CONTATOS: sunamitamagalialbuquerque@hotmail.com /sunamitanativaoliveira@gmail.com

domingo, 17 de janeiro de 2010

O HAITI É AQUI!

PRIMEIRO NA JUDÉIA, DEPOIS EM SAMARIA E ATÉ OS CONFINS DA TERRA!

Para os conhecedores da Bíblia Sagrada, ou curiosos, este trecho de um versículo bíblico acima deve parecer familiar, reportado a um dos ensinamentos de Jesus Cristo a seus discípulos, admoestando-os a levar as boas novas e boas ações a todas as pessoas, no entanto, deveriam começar por sua propria cidade, estado e país, até chegar aos confins da terra.
Trago esta reflexão, após ler um texto que convoca os gravataenses para realizarem doações para o Haiti, em consequência da tragédia noticiada em todos os veículos de informação.
Como todo ser humano "normal", também fiquei chocada com o drama enfrentado pelos haitianos. Como já mencionado pela ONU, "esta é a maior tragédia registrada em todos os tempos". Não há como não sensibilizar-se com tanta dor, tanta miséria...
No entanto, pessoas famosas, artistas e grandes empresas, felizmente estão realizando doações de mantimentos, remédios, limpeza e tudo material necessário para começar a suprir as necessidades daquele povo. O problema agora não é falta de doações, mas de ORGANIZAÇÃO na distribuição de tudo o que já está lá e outros tantos que estão a caminho. Pra variar, os EUA que se considera o centro do universo, cria problemas com as aterrissagens e distribuição dos produtos. Se continuar do jeito que está, em breve haverá desperdício de alimentos, em consequencia do armazenamento.
Enquanto isso, aqui bem perto de nós, MILHARES de pessoas MORREM de FOME. Não é preciso atravessar o oceano para praticar caridade e exercitar o humanismo.
Esta campanha que está sendo realizada agora, pra socorrer os haitianos, só acontece em Gravatá no NATAL, através de entidades, como se as pessoas só precisassem comer uma vez no ano. Além deste movimento, há o incessante trabalho do Tabernáculo Espirita Joana D'Arc, que semanalmente visita as casas pedindo doação de alimentos, para posteriormente distribuir entre as familias carentes, vitimas da desigualdade social, da má distribuição de renda.
Agora, me pergunto: será preciso acontecer uma CATÁSTROFE para que ajudemos os mais necessitados? Por que não há uma mobilização diária, para combatermos a miséria entre nossos conterrâneos?

Pense nisso!








Imagens: Google, Jornal do Commercio (Edição Especial)
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails