"Acreditando na magia que existe na educação! Buscando ser a mudança que quero ver no mundo"!
CONTATOS: sunamitamagalialbuquerque@hotmail.com /sunamitanativaoliveira@gmail.com

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Direitos e Responsabilidades Coletivas: Um Sonho, Uma Utopia?


Por Liana Utinguassú


Caros Parentes, Irmãos e Amigos,

Inicio esta abordagem sempre agradecendo pela oportunidade em compartilhar, pois isto ajuda e muito, em se tratando do que vamos aqui colocar.

Estou participando do Fórum Social em Porto Alegre/RGS e hoje específicamente, escutei algumas falas que quero partilhar.

Pela manhã, falaram lideranças da Colombia, Parente Alberto Anchito Lubiasa da (ONIC), Marcos Terena( Cátedra Indígena Internacional/Memorial dos Povos Indígenas), Membro da Anistia Internacional Irena Khan, Maria Bethânia Avila AMB(Brasil)Kamal Lahbib(Marrocos), Carles Rihera/Ciemem(Catalunha) , Movimento Feminista da India/Tunísa Corinne Kumar.

À Tarde, Senadora Marina Silva e Prof. Sociólogo Boa Ventura dos Santos/Portugal –Universidade de Coimbra, falando sobre como se construir uma hegemonia Política .

Em todas as falas, foi preponderante a Valorização e necessidade de se olhar o Mundo sob a perspectiva do outro , não de forma auto-focada, e sim procurar ver o que o outro pensa, como age, e nisto abordou-se muito a Visão Indígena, como BASE.

Sabemos da complexidade de todos estes assuntos, do Universo Indígena , dos Fóruns e por isto ressaltamos a importância em observar o que NÃO SE QUER, O QUE CONTRIBUI para os Coletivos E O QUE NÃO CONTRIBUI!

Por exemplo: As notícias veiculadas na mídia lançaram uma nuvem negra sobre o Fórum, alegando que “HAVIA FRACASSADO”, pois quero me prender inicialmente por aqui, deixando claro que podemos divergir em alguns aspectos ou pontos de vista, porém jamais atacar “por ATACAR”, isto Não ajuda em NADA.

Ao longo de alguns anos nesta trajetória de vida, sempre buscando focar o “mote” de minha caminhada fundamentada em uma base Espiritual, Ancestral Indígena, e sobretudo em Respeito à Terra e seus filhos, segui e sigo em frente, não sacralizando aqui aos Indígenas tampouco aos Parentes de outras Culturas, mas enfatizando da urgência em se olhar para as Nações Indígenas com RESPEITO e como Parceiras em Ensinamentos Científicos ,astro-físicos,Físicos, metafísicos,na tão falada economia solidária, no Desenvolvimento Sustentável e tudo que diz respeito à Vida, preservação ambiental, ecologia..

Sobre a palavra DESENVOLVIMENTO, como bem citou o Prof. Boa Ventura, esta palavra deveria ganhar Moratória e passarmos a OLHAR e SENTIR o mundo sob outro ponto de vista que não seja o DESENVOLVIMENTO E SIM, ENVOLVIMENTO. Esta complementação fazemos aqui.

Se nos eximirmos em estar presentes nestes processos, seja no Fórum, seja onde seja, para tratar dos interesses de todos Nós, e ficarmos em uma zona de conforto, apenas atacando e apontando erros daqui e dali, COM CERTEZA, não estaremos contribuindo com os Coletivos sejam Indígenas, seja coletivo Social entre Culturas e Tradições Originárias..estaremos apenas enfraquecendo ações em co-autoria, estaremos AUSENTES e serão confrontos por confrontos, choques e mais choques e nisto, não há um alimento ao BOM COMBATE e sim, apenas FERIR POR FERIR, e as Lutas tão faladas , citadas igualmente no no Fórum, passam a ser LUTAS NÃO PACÍFICAS e veremos o Verdadeiro “CAOS”, porque os SINAIS estão sendo dados sob vários aspectos na Natureza, há muito tempo!!

Mas, então, o que ‘Nós” entendemos sobre DIREITOS, RESPONSABILIDADES COLETIVAS? O que entendemos sobre Luta, o que entendemos sobre Irmandade Fraternidade ,Justiça, Nos damos ao menos bom dia, quando nos encontramos? Estamos de verdade focados em UNIÃO?Ou estamos uns mal-dizendo aos outros? Não há mais TEMPO para jogos de aparências e estratégias de faz de conta!

A Senadora Marina Silva, em quase toda sua fala, citou as Nações Indígenas e Valorizou à Todas as culturas e Tradições , e Nós questionamos o que estaria ‘Faltando” para haver uma UNIÃO entre a Tecnologia na atualidade e Sabedoria Ancestral, entre A Sociedade dita Contemporânea, e as Tradições originárias?

Acreditamos que este movimento seja COLETIVO E EM CO-AUTORIA,o que NÃO tem ocorrido, pois no que tange às Nações Indígenas, tem havido uma perseguição Secular, Caça Cruel, Genocídio, extermínio declarado , sabemos.

Não precisamos citar as inúmeras ocorrências e fatos ao longo dos Séculos. Atualmente a situação se agrava, então Não podemos esperar e com certeza Não estamos, pois uma das peças para que esta engrenagem ande, é ESTARMOS PRESENTES E DISPOSTOS, e ainda se vê muito à prosseguir nesta Jornada..Fica um pedido de reflexão neste sentido.

Ao sair do Fórum, vim caminhando e pensando, o que me agrada muito: Olhar para tudo que vi, ouvi, e os resultados..(?) – creio que estamos em RE-CONTRUÇÃO-RE-TOMADA, RE-COMEÇANDO um Novo tempo, em terceiro elemento irá nascer desta caminhada ,porém NÃO SEM SONHARMOS JUNTOS, para que aconteça o Melhor.

Acabei encontrando um Parente Indígena que nunca havia conversado mais de perto..Uma liderança daqui do Sul, Kaingangue. Relatei algumas questões e ficamos por duas horas compartilhando o que havia sido debatido no Fórum e nos permitimos relatar com coração, o que sentimos. Não vou particularizar aqui, mas farei uma breve observação: “Não precisamos provar Nada”, se tivermos que Provar, é porque não temos clareza da situação.

Dizem que A VIDA é uma via de mão dupla, e acredito, pois Não s e pode ter apenas uma verdade dos fatos, não se pode apenas acusar, pois somos Todos Responsáveis em algum momento, pelo que está aí. “Também refletimos aquilo que pensamos, sentimos e fazemos, bem disse Senadora Marina”, com outras palavras, mas neste sentido. Tudo parte do pequeno para maior..assim, para que entendamos o outro, Também devemos entender o que se passa DENTRO da gente e o que estamos Nutrindo entre Nós..aí sim, poderemos aceitar e NÃO APENAS “ TOLERAR” o que vem do outro, mas ENTENDEREMOS onde os processos Travam, acredito que sim.

Dentro desta linha, sentimos que poderemos gerar não apenas UM CONHECIMENTO de diversas situações neste cenário Brasileiro, das Américas e porque não dizer, do Mundo, e poderemos Trilhar caminhos sem sermos taxados de “loucos, Selvagens, utópicos, preguiçosos, Violentos..ou o que mais surja em adjetivos pejorativos e desagregadores, passaremos a SER..APENAS..SERMOS NÓS MESMOS e quando se “É”, sem querer tornar-se ou obter “Reconhecimentos”, simplificamos e o Rio poderá fluir, SE ESTIVER LIMPO.

Esta “Limpeza” passa primeiramente por Nós mesmos.

Mostrar-se presente para isto, É não um ATO SIMPLES, mas a Entrega, sem Pretensas “Verdades”. Aqui, compartilhamos “pontos d e vista”, relatamos impressões, Mas , buscamos CONJUNTAMENTE promover UM NOVO AMANHECER às gerações que estiveram, estão e estarão. Somos SIM, responsáveis porque ainda virá. MAIS QUE RESPONSÁVEIS.


Aguyjevete

Liana Utinguassú

http://yvykuraxo.ning.com/



Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails