"Acreditando na magia que existe na educação! Buscando ser a mudança que quero ver no mundo"!
CONTATOS: sunamitamagalialbuquerque@hotmail.com /sunamitanativaoliveira@gmail.com

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

O Ano Internacional da Biodiversidade – 2010


O que é o Ano Internacional da Biodiversidade – 2010?

AIB - A Assembléia Geral das Nações Unidas declarou o ano de 2010 como Ano Internacional da Biodiversidade, com o propósito de aumentar a consciência sobre a importância da preservação da biodiversidade em todo o mundo.
Esta celebração oferece excelente oportunidade para:

Evidenciar a importância da biodiversidade para nossa qualidade de vida.
Refletir sobre os esforços já empreendidos para salvaguardar a biodiversidade até o momento, reconhecendo as organizações atuantes.
Promover e dinamizar todas as iniciativas de trabalho para reduzir a perda da biodiversidade.

A proteção da biodiversidade requer um esforço por parte de todos. Através de atividades em todo o mundo a comunidade global deverá trabalhar em conjunto para garantir um futuro sustentável para todos.
A Secretaria da Convenção sobre a Diversidade Biológica foi designada pela ONU, como coordenadora das ações do Ano Internacional da Biodiversidade – 2010. Estabelecida durante a
realização da Cúpula da Terra, no Rio de Janeiro em 1992 (Eco/92), a Convenção sobre a Diversidade Biológica (CDB) é depositária de um tratado internacional para a conservação e uso sustentável da biodiversidade, com o intuito de promover o compartilhamento dos muitos benefícios advindos da biodiversidade. Com 191 países membros signatários integrantes, a CDB
goza de uma adesão quase total na comunidade das nações.

2. Quais os objetivos do Ano Internacional da Biodiversidade 2010?

Com o Ano Internacional da Biodiversidade 2010, espera-se salientar a valorização dos objetivos das organizações que trabalham em todo o mundo para salvaguardar a biodiversidade.
Os objetivos do Ano Internacional da Biodiversidade 2010 são os seguintes:
Aumentar a consciência pública sobre a importância de salvaguardar a biodiversidade para a continuidade da vida na Terra, identificando e combatendo as ameaças subjacentes.
Aumentar a consciência sobre a importância dos esforços já empreendidos por governos e comunidades para salvar a biodiversidade, promovendo a participação de todos.
Incentivar os povos, organizações e governos a tomarem medidas imediatas necessárias à defesa da perda da biodiversidade.
Promover soluções inovadoras para reduzir as ameaças que se abatem sobre a biodiversidade.
Estabelecer um diálogo entre os participantes sobre as medidas a serem adotadas após o ano de 2010, garantindo a continuidade segura dos programas desenvolvidos.

História

A história proporciona os antecedentes e explicações adicionais para as mensagens chaves do Ano Internacional da Biodiversidade 2010. Seu propósito é criar emoção e curiosidade,fazendo com que as pessoas se interessem por descobrir a biodiversidade e percebam como nós estamos intimamente relacionados com a mesma, despertando a importância para a sua proteção.
Você é a Biodiversidade. A maior parte do oxigênio que respira é proveniente do plânction dos oceanos e das florestas frondosas de todo o mundo.
Provavelmente, as frutas e as verduras que come foram polinizadas por abelhas e a água que bebe faz parte de um grande ciclo global no qual você está incluído, assim como as nuvens, as
selvas, as geleiras, os rios e todos os oceanos.
Sua alimentação depende quase que por completo das plantas e dos animais que nos rodeiam, desde os vegetais que nos proporcionam arroz e trigo, até os peixes e a carne de animais de grande porte, além dos hortifrutigranjeiros. Seu corpo contém por volta de cem bilhões de células e está conectado com tudo o que o rodeia no mundo exterior através de um maravilhoso e completo sistema imemorial. Compartilha seus átomos com todos os seres e elementos do mundo natural, é ancestral e inconcebivelmente jovem ao mesmo tempo. A biodiversidade é a vida; sua vida é a biodiversidade e a biodiversidade é você.
Você compartilha o planeta com treze milhões de espécies vivas distintas, entre elas, se incluem plantas, animais, bactérias, das quais somente 1,75 milhões possuem um nome e já estão classificadas; a maior parte, ainda desconhecida. Esta riqueza natural incrível é um tesouro de incalculável valor, que forma a base fundamental de sua qualidade de vida. Os sistemas e processos que esses milhões de organismos proporcionam de forma coletiva, produzem seu alimento, sua água e o ar que você respira:  elementos fundamentais da vida. Além disso, também proporcionam a madeira e os materiais vegetais para a construção de móveis, edifícios e combustíveis, os mecanismos que regulam o clima e controlam as inundações, a reciclagem de seu lixo, componentes radioativos e os produtos químicos com os quais se fabricam medicamentos. Entretanto, é muito fácil esquecer ou não perceber o óbvio, pois nossa relação na biodiversidade é tão perfeita e harmoniosa que tudo nos parece uma unidade única, e desta forma muitas vezes não atentamos para as partes dessa “unidade”.
A contribuição da biodiversidade em sua vida, além de ser prática, física, orgânica e utilitária, é
também cultural. A biodiversidade do mundo natural tem sido uma fonte constante de inspiração ao longo da história da humanidade. Tem o seu nascedouro em tradições e na forma com que foram apropriados pelas sociedades, incorporando-se aos serviços básicos, sobre o qual foram sendo construídos o comércio e a economia. O desaparecimento de espécies únicas é uma perda incalculável e irreversível que nos deixa muito mais pobres. A perda de espécies icônicas e simbólicas no solo implica uma tragédia cultural, visto que prejudica nossa própria sobrevivência.
As atividades humanas dependem da bela e abundante diversidade do mundo natural. A derrubada e a queima das florestas, a eliminação dos manguezais, o cultivo intensivo e o stress produzido pela contaminação, a pesca predatória e os efeitos das mudanças climáticas estão destruindo a biodiversidade.

Para compreender melhor

Falar sobre o Ano da Biodiversidade não é fácil. Trata-se de um tema científico e complexo, que
abrange tudo e compromete a todos. Sem dúvida, a história da biodiversidade também é emocionante e inspiradora: trata-se da história da vida e dos sistemas que a sustentam. Se quisermos motivar os habitantes de todo o mundo para que adotem medidas de proteção à biodiversidade necessitamos ajudá-los a descobrir as incríveis conexões que existem entre as pessoas e o mundo que as rodeia, aumentando a consciência sobre as dramáticas consequências da perda da biodiversidade, assim como os enormes benefícios que alcançaremos se a conservarmos e a utilizarmos de forma sustentável.

Emoção, oportunidade, otimismo e urgência

Trata-se de um propósito verdadeiro e devemos empenhar todos os esforços para que a sua difusão alcance êxito. É vital que nossas comunicações sensibilizem as pessoas, produzindo fortes emoções à medida que as pessoas se esclareçam sobre a natureza da vida como um todo, e as suas íntimas e quase milagrosas articulações com a biodiversidade. É muito relevante que as pessoas reconheçam a grande oportunidade que lhes é oferecida para salvar a biodiversidade enquanto há tempo, para o bem de toda a humanidade.
É preciso empenhar esforços para criar um forte sentimento de otimismo, uma vez que ainda há tempo para agir e juntos poderemos ser uma geração que marca a diferença.
Entretanto, devemos evidenciar a urgência na tomada de decisões, tendo em vista as brutais negligências e agressões a que a biodiversidade tem estado exposta em todo o mundo.
O MOMENTO DE AGIR TEM QUE SER AGORA!


O TEMPO URGE!

PRECISAMOS FAZER ALGO, JÁ!

Fonte: UNESCO - NAÇÕES UNIDAS
Disponível em: http://www.peaunesco.com.br/BIO2010/Diretrizes_Gerais%20-%20Ano%20Internacional%20da%20Biodiversidade%20-%202010.pdf


Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails