"Acreditando na magia que existe na educação! Buscando ser a mudança que quero ver no mundo"!
CONTATOS: sunamitamagalialbuquerque@hotmail.com /sunamitanativaoliveira@gmail.com

segunda-feira, 23 de maio de 2011

CARTA DA XII ASSEMBLEIA XUKURU DO ORORUBÁ




“As águas são o sangue da terra,
as matas são os cabelos da terra;
as pedras são os ossos da terra”
Xicão Xukuru

Nós, povo Xukuru do Ororubá, protegidos pelas forças dos Encantos de Luz e pelo manto da Natureza Sagrada, estivemos reunidos na nossa XII Assembléia que teve como tema “Cultivando os princípios do Bem Viver para garantir o envolvimento no projeto de futuro Xukuru”. Esta foi realizada na aldeia Vila Cimbres, entre os dias 17 a 20 de maio de 2011, com a participação de representantes de todas as aldeias, o povo Potiguara e vários aliados do nosso povo.
Nosso objetivo foi disseminar o entendimento do ‘Bem Viver’ entre nosso povo. Nosso maior desejo hoje é ter um território produtivo, livre das amarras da fazenda e do latifúndio, onde as pessoas possam viver usufruindo do que a terra nos dá, cuidando da terra, da natureza e de todos seus filhos.
Reafirmamos que a Natureza é sagrada e que a Terra é a nossa mãe de onde tiramos nossos alimentos. Ela também é morada de nossos Encantos de Luz, por isso, cuidar dela é condição essencial para nosso Bem Viver.
Durante a assembléia analisamos como as políticas e as grandes obras que vêm sendo desenvolvidas pelo Governo Federal invadem os territórios indígenas, destroem a Natureza Sagrada e a Mãe Terra, atrapalhando e dificultando a vivência do Bem Viver.
Lamentavelmente algumas forças do mal continuam nos atrapalhando. A criminalização continua, nossos companheiros Rinaldo e Edmilson continuam presos. Nosso cacique continua ameaçado de ser preso, assim como outras lideranças e pessoas de nosso povo. O assassinato do nosso líder Chico Quelé continua impune.
Repudiamos as construções de hidrelétricas, a Transposição do Rio São Francisco, a construção de Usinas Nucleares e outros empreendimentos que impactam as terras tradicionais dos povos indígenas do Brasil.
Sabemos que o Bem Viver exige que mudemos nossa mentalidade. Precisamos abandonar as práticas e os valores daqueles que ainda vivem de acordo com os valores que nos foram impostos pelos colonizadores.
Estamos construindo o nosso projeto de futuro baseado nos valores e princípios do bem viver. Vamos fazer a “PACHACUTI”, como dizem os nossos parentes do Equador e da Bolívia, ou seja, a Reviravolta, a mudança radical de nosso modo de vida, quando a Roda Grande passa pela roda pequena”. 
Queremos viver sob os princípios do respeito à Natureza, às águas, às matas, às pedras e os animais.
Queremos valorizar os outros, as mulheres, os jovens e as crianças.
As pessoas mais velhas são exemplos para nossas vidas.
A solidariedade, a união, a partilha, a comunhão, a religião, o pisado do toré, o chiado da maraca, a harmonia, a liberdade, a imparcialidade, o mandar obedecendo,são valores que queremos vivenciar.
Queremos convidar as pessoas de Pesqueira e todos aqueles que quiserem se juntar ao nosso povo para construirmos juntos a sociedade do BEM VIVER.     

Aldeia Vila de Cimbres, Território Sagrado do Rei do Ororubá
20 de maio de 2011, décimo terceiro ano do assassinato do cacique Xicão e
Décimo ano da homologação do território Xukuru
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails