"Acreditando na magia que existe na educação! Buscando ser a mudança que quero ver no mundo"!
CONTATOS: sunamitamagalialbuquerque@hotmail.com /sunamitanativaoliveira@gmail.com

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

ENQUANTO ISSO NA SALA DA JUSTIÇA...

-->
AUTORIDADE, ELEGÂNCIA, BELEZA, SIMPATIA E SOFISTICAÇÃO



Excelentíssima Juíza de Gravatá, Dra. Laura Amélia Moreira Brennand Simões

Até meados do século XIX, os rostos e perfis responsáveis pela imagem da justiça no Brasil era de homens carrancudos, mal-humorados, com suas túnicas negras e perucas longas, um símbolo de autoridade para a época.
Hoje, entrar em um Fórum e em um Ministério Público, depois da revolução feminina na década de 60, nos enche os olhos e isso nada tem a ver com sexualidade, mas com a constatação da beleza que há nas mulheres que agora desempenham as funções da magistratura.
É assim com a justiça aqui em Gravatá, que tem em uma de suas representantes, a bela e elegante, Excelentíssima Juíza, Dra. Laura Amélia Moreira Brennand Simões, e no Ministério Público, da mesma forma, Excelentíssima Promotora, Dra. Fernanda Nóbrega. Mas, não confundam beleza, e elegância com fraqueza. Muito pelo contrário!!Elas provam que a beleza não ofusca sua autoridade, e são firmes em suas decisões, sempre zelando pelo que diz a Lei.

Dra. Fernanda Nóbrega - Promotora de Justiça em Gravatá

Curiosamente, há 04 anos atrás, esses dois nomes para mim eram motivo de todo tipo de malversações. Quando fiz parte de um grupo de oposição, escutei todo tipo de agressão contra estas representantes da lei e da justiça em nosso município. Xingamentos, palavrões de baixo calão eram comuns entre o grupo, em relação as duas.
Felizmente, e pela graça de Deus, saí desse meio. Tive oportunidade de conhecer um pouco mais de perto o ser humano que se chama Fernanda Nóbrega, antes de ser uma promotora, e tive a honra de tê-la como madrinha de minha turminha de 4ª série na Escola Maria Alice da Veiga Pessoa, no Bairro Maria Auxiliadora. Um presente de Deus, com certeza.
Dra. Laura, conheci durante uma luta judicial para garantir um direito legal, negado e desrespeitado pela Prefeitura de Gravatá. Atenciosa, uma pessoa simples e de muito pulso. Foi muito correta em todos os momentos, comigo, não por ter deferido meu pedido, mas por ter demonstrado ter um grande coração ao me escutar, diante da ausência de minha advogada, Dra. Edvânia Pires, por conta de uma outra audiência.
Diante de meus alunos sempre faço referência da força das mulheres, e lembro seus nomes como exemplo. Em meu discurso durante a colação de grau do curso de Pedagogia eu disse:
- “Buscamos com esta graduação, somar nossa voz e nosso trabalho a outras tantas mulheres, que procuram através da formação e educação, lutar contra o desrespeito, contra a violência doméstica imposta a tantas mulheres, contra as desigualdades advindas de uma sociedade historicamente machista, que sempre reportou para às mulheres atividades consideradas inferiores, de menor valor”.
E prossegui: - “Embora ainda tenhamos que lutar para obter uma remuneração digna no exercício de nossa profissão, e melhores condições de trabalho, já podemos nos considerar vitoriosas por não sermos apenas mais uma dentre as tantas “severinas” a buscar a parte que lhes cabe neste latifúndio, como disse o poeta. Hoje somos Dilmas Roussef, que além de eleita democraticamente a primeira mulher presidenta do Brasil, se tornou a primeira mulher, brasileira, a realizar o discurso de abertura da Assembleia Geral da ONU. Somos Anas Arraes, eleita como a primeira mulher Ministra do Tribunal de Contas da União”. A partir daqui eu disse: “Somos Hillarys Clinton, Cristinas Fernándes, Evitas Peron, Imãs Dulce, Irmãs Dorothy...” QUERO RETIFICAR ESTA PARTE DE MEU DISCURSO E DIZER QUE, ORGULHOSAMENTE, SOMOS LAURAS BRENNAND, FERNANDAS NÓBREGA, somos exceções e seremos lembradas por nossa luta e por nosso trabalho.
Parabéns pela excelência, Dra. Laura Brennand e Dra. Fernanda Nóbrega. Que Deus as proteja e abençoe!!!
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails