"Acreditando na magia que existe na educação! Buscando ser a mudança que quero ver no mundo"!
CONTATOS: sunamitamagalialbuquerque@hotmail.com /sunamitanativaoliveira@gmail.com

sexta-feira, 15 de junho de 2012

ALERTA SOBRE A MENINGITE!


Na tarde desta quinta-feira (14) foi notificado um caso de morte em Pernambuco por meningite. A jovem Maria Luísa Valença, 16 anos, foi internada na última terça-feira (12) no hospital Santa Joana, entrou em coma e faleceu. A menina é filha do prefeito da cidade de Gravatá, Ozano Brito, e morava no Recife.

A meningite é uma doença que pode ser causada por vírus ou por bactérias. As virais são as mais simples, possuem sintomas semelhantes a gripes e, no geral, não necessitam de internação. Segundo a médica Fátima Lima, do Hospital Jayme da Fonte, a meningite bacteriana, é altamente contagiosa e grave. Por isso, deve ser tratada imediatamente.


A automedicação é muito perigosa e não deve ser feita já que existe um tipo de medicamento específico para os diferentes tipos de meningite que geralmente são causadas por meningococos, pneumococos ou hemófilos. Para confirmar o diagnóstico, é feito o exame líquor, onde é retirado um pouco de líquido da medula espinhal.

Prevenção e vacinas
A vacina contra o Haemophilus influenzae tipo B também protege contra a meningite e faz parte do calendário oficial de vacinação.
A vacina contra a meningite por pneumococo, embora tenha sido lançada na Europa e nos Estados Unidos, onde as características da bactéria são um pouco diferentes, fornece boa proteção também no nosso País.
A partir de 2011, a vacina conjugada contra meningite por meningococo C  faz parte do Calendário Básico de Imunização.  O esquema de vacinação obedece aos seguintes critérios: uma dose deve ser aplicada aos três meses; outra, aos cinco meses e a dose de reforço, aos doze meses.

Tratamento

O tratamento das meningites bacterianas tem de ser introduzido sem perda de tempo, porque a doença pode ser letal ou deixar sequelas, como surdez, dificuldade de aprendizagem, comprometimento cerebral. Ele é feito com antibióticos aplicados na veia.
Assim como para as outras enfermidades causadas por vírus, não existe tratamento específico para as meningites virais. Os medicamentos antitérmicos e analgésicos são úteis para aliviar os sintomas.
Meningites causadas por fungos ou pelo bacilo da tuberculose exigem tratamento prolongado à base de antibióticos e quimioterápicos por via oral ou endovenosa.

Recomendações

* Cuidados com a higiene são fundamentais na prevenção das meningites. Lave as mãos com frequência, especialmente antes das refeições;
* Alguns sintomas da meningite podem ser confundidos com os de outras infecções por vírus e bactérias. Não fique na dúvida: criança chorosa, inapetente e prostrada, que se queixa de dor de cabeça, precisa ser levada, o mais depressa possível, para avaliação médica de urgência.

De acordo com a médica Analira Pimentel, os sintomas, no geral, são fortes dores de cabeça que não passam com analgésicos, febre e vômito. "Ao manifestar esses sintomas, o paciente deve se dirigir logo ao hospital para evitar que a bactéria se reproduza e assim a doença possa ser combatida com os antibióticos".

A doença é transmitida através de contato íntimo - como beijo, compartilhamento de copos e divisão do mesmo espaço físico pequeno por mais de uma hora. A médica explica que os colegas de classe da menina não precisam se desesperar: "Pode haver risco para os amigos mais próximos". Quem apenas estudava junto, mas não possuía relação ou proximidade física, não possui risco.


A vigilância epidemiológica esteve no colégio Damas, onde a menina estudava, e, seguindo a determinação do Ministério da Saúde, as pessoas que eram mais próximas da menina estão sendo medicadas com antibiótico. De acordo com Adeilza Ferraz, da vigilância epidemiológica, elas totalizam 18 pacientes.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails